Noticias

Noticias

Ministro da Saúde defende retorno às aulas mesmo sem imunização completa de professores

 

Créditos da Foto: Agência Brasil

O ministrda Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que as aulas já deveriam ter voltado anteriormente no país, porque os alunos estão sendo prejudicados. A declaração foi feita nesta quarta-feira (21/7), um dia após o ministro da Educação, Milton Ribeiro, pedir em rede nacional a volta das aulas presenciais.

“Acho que [as aulas] já deveriam ter voltado antes, para ser sincero, porque os nossos adolescentes estão so endo prejudicados. Não tem exigência de vacinar professores, isso é invencionice. (...) O que precisamos são protocolos de segurança: uso de máscara, testagem. Nós vamos fazer isso”, disse.

De acordo com o jornal O Globo, Queiroga também afirmou que o protocolo de segurança deverá ser finalizado na próxima semana. “Vários estados e municípios já estão com esses protocolos. O que nós queremos é dar uma diretriz, uma direção nacional para fortalecer e dar mais segurança ao retorno às aulas. (...) Logo que tiver protocolo pronto, será divulgado”, destacou ressaltando que 80% dos profissionais do ensino básico já receberam a primeira dose.

As aulas presenciais não são obrigatórias desde março do ano passado, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a pandemia de Covid-19. Na Bahia, o governador Rui Costa (PT), anunciou no dia 13 de julho, a retomada da educação na rede estadual em modelo híbrido (presencial e remoto), para o dia 26 de julho. 

Segundo o governador, as aulas serão em dias alternados. Metade terá aula nas segundas, quartas e sextas, e a outra metade irá à escola nas terças, quintas e sábados. A divisão dos alunos se dará por ordem alfabética.

Fonte: Aratu On

Tecnologia do Blogger.