Noticias

Noticias

Fábio Vilas-Boas elogia baianos no São João; ‘Agora é só esperar’

 

Secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas — Foto: Reprodução/TV Bahia

Fábio Vilas Boas, secretário de Saúde do Estado e piloto maior do estado na briga contra o Covid, diz que as informações a ele enviadas indicam que o baiano teve um desempenho elogiável (fora os desordeiros de sempre que pintam de ponta a ponta).

— A polulação baiana, na sua imensa maioria, deu uma demonstração de civilidade fidelidade inequívoca ao não realizar festas fora dos núcleos familiares. O povo baiano está de parabéns.

Thank you for watching

Fábio ressalva que os eventos que necessitaram de intervenção policial foram poucos. E nada que possa impactar forte no conjunto.

Torcida — Ele também ressalva que a elevação dos números no pós-São João é inevitável. Só espera que não sejam tão altos como em 2020.

— Agora nos resta torcer para que essa elevação não seja tão significativa quanto foi a queda no período que o precedeu.

Diz Fábio que ao longo das duas últimas semanas começou a observar uma queda significativa do número de pessoas internadas e que esperam nas Upas.

— Temos hoje os melhores números dos últimos 90 dias.

No fim de semana a taxa de crescimento de infectados estava em +0,2%, era +0,5%. E o número de mortes foi de 30. Como era domingo pode ser um pouco mais, mas estava superior a 100 por dia.

O Covid ataca e mata em todos os cantos da Bahia, o que forçou a preocupação geral. Agora é cruzar os dedos. O reveillon vem aí.

Camamu faz 461 anos, tem passado mas mira o futuro

Camamu, uma das relíquias do Brasil Colonial situada nas bordas da baía do mesmo nome, completou 461 anos domingo, com o prefeito Enoc Souza (PP), o Irmão Enoc, inaugurando uma praça com o nome do ex-prefeito Zequinha da Mata, mas ele diz que está debruçado em começar a projetar a Camamu do futuro, já que o município fica a 55 km de Itacaré e vai sofrer forte influência da ZPE de Ilhéus, em implantação.

– De um lado receberemos a influência da ponte Salvador-Itaparica e de outro a ZPE de Ilhéus. Estamos reestruturando o Plano Diretor do Município até para prevermos a possibilidade de recebermos investimentos.

Enoc diz que o maior desafio lá é emprego.

Simões Filho e o Ipea do mal

O Atlas da Violência divulgado na semana passada pelo Ipea está causando sensação em Simões Filho, município colado com Salvador, pela redução das estatísticas do mal.

O município durante muito tempo ostentou a primeira posição como mais violento da Bahia. Ano passado caiu para quarto e agora está em 13º. Feira de Santana, com 377 homicídios, agora é quarto no geral (primeiro na Bahia) e Camaçari é o 9º.

Vacina engole a prioridade

A defesa da prioridade para a vacinação de prefeitos, capitaneadas por Reinaldo Braga Filho (DEM), de Xique-Xique, e Marco Amaral (PSD), de Itajuípe, foi uma bandeira que a própria vacinação engoliu, segundo um prefeito de importante município do sertão.

Ele diz que a coisa não tinha como prosperar. A maioria dos 417 prefeitos tem mais de 50 anos. E Reinaldinho e Marcone, 41 e anos, já chegaram a vez, por idade. 

Fonte: A Tarde

Tecnologia do Blogger.