Noticias

Noticias

Maioria dos brasileiros é contra influência da religião em políticas de Estado, aponta pesquisa

 

Carolina Antunes/PR

A maioria dos brasileiros (72,8%) não concorda com a influência da religião em políticas adotadas pelo governo, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas em abril, a pedido da revista Veja. 

De acordo com o estudo, apenas 22,1% afirmam que deveria haver influência religiosa no Estado e 5,1% não souberam ou não quiseram opinar.

Thank you for watching

Os maiores percentuais entre aqueles que são contra interferência da religião em questões do Estado foram registrados entre quem tem ensino superior (75,8%), moradores do Sul (75,5%) e Sudeste (75,4%), além de mulheres (74,2%).

Já entre os que defendem a influência da religião nas políticas do Estado estão os residentes nas regiões Nordeste (25,7%) e Centro-Oeste (25,7%), entre quem tem ensino fundamental (25,6%) e entre os homens (23,4%).

A religião tem um poder decisivo no governo Jair Bolsonaro (sem partido).  O presidente já disse que vai indicar para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) – na vaga de Marco Aurélio Mello, que se aposenta em julho deste no – um nome “terrivelmente evangélico”.

Ainda segundo a pesquisa, a utilização da religião como critério não é apoiada por 40,7%  dos entrevistados, enquanto 23,9% defendem essa tese e 28% se dizem indiferentes. 

Fonte: BNews

Tecnologia do Blogger.