Noticias

Noticias

Após passar mal em cela, mãe de Henry é internada com infecção urinária

 

Créditos da Foto: Arquivo Pessoal


A professora Monique Medeiros, mãe suspeita de assassinar Henry Borel, foi internada nesta segunda-feira (12/4) no hospital penitenciário Hamilton Agostinho de Castro, no Rio de Janeiro. De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, Monique passou mal, foi diagnosticada com infecção urinária e precisou ser transferida para o hospital.

Monique, que estava em uma cela do Instituto Penal Esmael Sirieiro, em Niterói, teve que ser transferida após o problema de saúde, queixando-se de dificuldade de urinar. Segundo relatório médico, Monique apresentava ainda sinais de ansiedade e quadro de hipertensão arterial pressão. A suspeita também queixava-se de febre. O relatório diz ainda que a paciente chegou em bom estado — lúcida, corada e hidratada.

Ela e o namorado, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade), foram presos na manhã de quinta-feira (8/4) sob suspeita de assassinar Henry, morto no dia 8 de março na Barra da Tijuca, na zona oeste carioca.

Fonte: AratuOn

Tecnologia do Blogger.