Noticias

Noticias

Após tremor de terra em Ibirataia, mulher fica ferida ao cair dentro de casa; Bahia registra 1º acidente

Foto: Edson Andrade/Dicom Prefeitura de Amargosa/ Ilustrativa
O superintendente da Defesa Civil do Estado, Paulo Sergio continua na região trabalhando com a equipe do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte na instalação dos sismógrafos. Os equipamentos já foram instalados e em entrevista à Recôncavo FM nesta última terça-feira (08), Paulo acredita que alguns destes fique na região, já que o estudo tem se estendido e alguns sismógrafos serão retirados para serem instalados em outros locais.


“Já estão funcionando e já registram pequenos tremores que não são sentidos pela população, ajudando aos pesquisadores a identificar falha geológica e prever tremores. Em dois meses, quando o Geólogo Eduardo Menezes do Centro Sismológico da universidade retornar a região para fazer um relatório do que ocorreu nesse período e deve tirar, não todos, mas deve preservar um ou dois que já vai ser um avanço grande para esta região”, pontuou.
O superintendente comentou ainda que de todos os municípios da região, o mais afetado com casas danificadas devido aos tremores foi São Miguel das Matas, “até hoje foram catalogadas cerca de 80 residencias na zona rural que foram danificadas com grandes fissuras”, falou.
Sergio expôs também que um forte tremor foi sentido em Ibirataia na noite desta última terça-feira (08), registrando o primeiro acidente causado pelos abalos, segundo ele, a sogra do motorista da Defesa Civil moradora daquele município, estava caminhando dentro de sua casa quando a terra tremeu e a ela caiu batendo a cabeça no armário.
A senhora foi transferida para o hospital de Itabuna, devido a queda provocado pelo tremor de terra em Ibirataia. “esse tremor foi suficiente para provocar a queda dela, fato lamentável, e foi a primeira notícia que tivemos de uma pessoa acidentada devido a tremor na região”, disse.
Fonte: Redação Voz da Bahia
Tecnologia do Blogger.