Noticias

Noticias

Pesquisadores nordestinos doam pele de tilápia para tratar vítimas de explosão no Líbano; técnica é usada desde 2015

Crédito da Foto: divulgação/UFC
Um tratamento para vítimas de queimaduras feito no Nordeste brasileiro poderá ajudar as vítimas da explosão em Beirute, no Líbano. O Projeto Pele de Tilápia, vinculado ao Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da Universidade Federal do Ceará, informou nesta quinta (6/8) que está em condições de enviar todo o estoque de 40 mil centímetros quadrados de pele de tilápia para ajudar no tratamento dos feridos.
As autoridades libanesas contabilizam cerca de 5 mil feridos e mais de 100 mortos no acidente, ocorrido na última terça-feira (4/8). O uso do peixe no auxílio a queimaduras foi descoberto pelos pesquisadores em 2015 e, desde então, tem sido usado no Ceará. Agora, os pesquisadores pedem apoio do governo brasileiro para viabilizar a doação, resolvendo os trâmites burocráticos entre os países.
Fonte: AratuOn
Tecnologia do Blogger.