Noticias

Noticias

Pesquisa diz que anticorpos caem em vítimas da Covid-19 e alerta para possível nova infecção

Crédito da Foto: ilustrativa/divulgação/pexels
Uma pesquisa chinesa publicada no jornal científico Nature Medicine aponta que os níveis de anticorpos encontrados em pacientes recuperados do coronavírus diminuíram rapidamente em três meses após a infecção em pacientes sintomáticos e assintomáticos. O estudo alerta para a duração da imunidade contra o vírus no organismo. Na prática, chama a atenção para o risco de uma nova contaminação. 
A pesquisa, que estudou 37 pacientes sintomáticos e 37 assintomáticos, descobriu que, dos que tiveram exames positivos para a presença dos anticorpos IgG, um dos principais tipos induzidos após a infecção, mais de 90% mostraram quedas dentro de dois a três meses. 
A porcentagem média de declínio foi de mais de 70% em pacientes sintomáticos e assintomáticos. Já para anticorpos neutralizadores de soro, a porcentagem média de declínio em indivíduos sintomáticos foi de 11,7%. Em indivíduos assintomáticos a queda foi menor, de 8,3%.
Autoridades de saúde de alguns países como a Alemanha estão debatendo a ética e a viabilidade de se permitir que pessoas que tiveram um exame de anticorpos positivo circulem com mais liberdade do que as que não tiveram. A análise enfatiza o risco de se usar os "passaportes de imunidade" da Covid-19 e justifica o uso prolongado de intervenções de saúde pública como o distanciamento social e o isolamento de grupos de alto risco.
Fonte: AratuOn
Tecnologia do Blogger.