Noticias

Noticias

Organização Mundial da Saúde pede ‘transparência’ na informação de dados sobre a Covid-19 no Brasil

O diretor-executivo da OMC, Mike Ryan, participa de entrevista coletiva em Genebra Foto: Denis Balibouse / Reuters
A Organização Mundial da Saúde (OMS) se pronunciou, nesta segunda-feira (8/6), após a mudança na divulgação dos dados da pandemia de coronavírus no Brasil, anunciada na semana passada. A entidade fez um apelo para que o governo brasileiro mantenha o envio de dados detalhados. “O Brasil é um país grande, com uma população muito diversa, com uma população vulnerável, especialmente em zonas urbanas e indígenas e outros”, explicou o diretor de operações da organização, Michael Ryan.
Ele afirmou, ainda, que a entidade irá continuar apoiando o Brasil, mas que os dados sobre a pandemia precisam ser transparentes. “Ao mesmo tempo, é muito importante, portanto, que as mensagens sobre transparência e compartilhamento de informação sejam consistentes e que possamos confiar em nossos parceiros no Brasil para fornecer informação para nós”, esclareceu Ryan, ressaltando ainda que a população precisa ser informada. “Eles precisam entender onde o vírus está. Precisam administrar o risco”, completou.
Para o diretor-geral da OMS, é necessário resolver qualquer “confusão” que exista no Brasil, e que o governo e os estados informem os dados de forma consistente, para que a pandemia possa chegar a um fim “assim que possível”. Atualmente, a América é considera o epicentro da Covid-19, com crescimento no número de novos casos e óbitos. 
Fonte: AratuOn
Tecnologia do Blogger.