Noticias

Noticias

Governo diz que 4 mi de pessoas do Bolsa Família não têm direito aos R$ 600


Quase quatro milhões de beneficiários do Bolsa Família não receberam o auxílio emergencial de R$ 600 (ou R$ 1.200, no caso de mães chefes de família) no mês de abril, de acordo com o Ministério da Cidadania. O número representa cerca de 17% de todas as pessoas atendidas pelo programa Bolsa Família, que somam 23,2 milhões. Os dados divulgados a pedido do MPF (Ministério Público Federal) são bem maiores que os informados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Em 2 de maio, ele afirmou que 700 mil beneficiários do Bolsa Família haviam ficado de fora do auxílio emergencial.
Questionados sobre a divergência nos dados, o Ministério da Cidadania e a Caixa não responderam até a publicação desta reportagem. Segundo o ministério, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família foram aprovados para receber o auxílio emergencial.
Motivo das negativas
Das quase quatro milhões de pessoas no Bolsa Família sem direito ao auxílio, 1,84 milhão (46%) foram consideradas inelegíveis porque têm na família dois integrantes que receberam a renda emergencial do governo federal. Pelas regras, só são permitidos dois benefícios por família. Um terço dos beneficiários do Bolsa Família não teve direito ao auxílio emergencial porque tem carteira de trabalho assinada, segundo os bancos de dados analisados pelo governo. 
Fonte: UOL
Tecnologia do Blogger.