Noticias

Noticias

Morre vítima de coronavírus técnica em enfermagem que fez campanha por isolamento


A técnica em enfermagem Adelita Ribeiro da Silva, 38, morreu em Goiás com o diagnóstico do novo coronavírus.
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, ela havia sido internada em uma Unidade de Terapia Intensiva do Hospital do Coração de Goiânia no dia 30 de março, três dias após o seu último plantão. O teste cujo resultado foi positivo para a Covid-19 saiu na sexta (3). O óbito de Adelita foi atestado na manhã de sábado (4).
A técnica em enfermagem atuava na linha de frente do enfrentamento ao novo coronavírus em um hospital particular de Goiânia e chegou a participar de campanha defendendo o isolamento social.
Também era servidora da rede municipal de saúde de Goiânia e também trabalhava em um laboratório que presta serviços ao Hospital do Coração.
Uma foto que viralizou nas redes sociais mostra Adelita ao lado de outros profissionais de saúde pedindo para as pessoas ficarem em casa. “Estamos aqui por vocês. Fiquem em casa por nós”, dizia a mensagem.
Ainda de acordo com a Folha, Adelita e não tinha nenhuma outra doença que a colocasse em grupo de risco.
O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirmou em uma rede social que a técnica em enfermagem foi “uma heroína que perdeu a vida para salvar vidas”.
“Adelita não tinha nenhuma comorbidade e perdeu a vida diante de um vírus que mata, independentemente de idade. Gente, vamos seguir orientações. Fiquem em casa. Pensem e respeitem o próximo”, disse o governador.
A morte da técnica em enfermagem foi o terceiro óbito por Covid-19 em Goiás, que possui 115 casos confirmados da doença.
Fonte: Bahia.Ba
Tecnologia do Blogger.