Noticias

Noticias

Após caso de covid-19, moradores de distrito são impedidos de ter acesso à Cachoeira


Após a confirmação no sábado, 14, do primeiro caso de covid-19, doença causada pelo novo coronavirus registrado em Cachoeira, a prefeitura fechou o acesso da comunidade de Capoeiruçu ao município. Com isso, moradores do distrito ficaram sem acesso a serviços essenciais, como segurança e suporte médico.
Relato de moradores de Capoeiruçu dão conta que o posto de saúde do distrito não tem médicos e que a localidade também não conta com força policial. Além disso, Capoeiruçu também não tem bancos. Os moradores geralmente tem acesso a estes serviços apenas no centro de Cachoeira, a 116 km de Salvador.
De acordo com relatos de fontes ouvidas pela reportagem do Portal A TARDE, como Capoeiruçu fica próxima à BR-101 – sendo assim, um dos acessos a Cachoeira – o esperado era que o fechamento das vias para a cidade acontecesse na rodovia. No entanto, a barreira foi montada dentro do distrito, impossibilitando assim, o trajeto da própria comunidade. Os moradores teriam entendido a ação como uma estratégia de isolamento.
A instalação da barreira causou uma manifestação popular no distrito neste domingo, 5. Eles exigiam que o acesso ao município fosse restabelecido.
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, a Secretaria de Saúde de Cachoeira confirmou o fechamento das vias de quase todos os acessos à sede da cidade, mantendo assim assim, um acesso único. No entanto, moradores do distrito não esperavam que barreiras fossem instaladas dentro da localidade.
Na tarde deste domingo, as barreiras foram retiradas de dentro do distrito e reposicionadas mais a frente, no acesso a BR-101, como informado ao A Tarde pela vereadora Cristina Soares, que atende demandas da comunidade de Capoeiruçu. Ela informou que após contato junto à Secretaria de Saúde e diversas manifestações de moradores do distrito a situação foi revertida. A vereadora também afirmou que “houve um erro de comunicação na ação e um funcionário bloqueou a via causando todo transtorno”.
Fonte: Voz da Bahia
Tecnologia do Blogger.