Noticias

Noticias

107,5 mil estudantes já receberam vale-alimentação, diz governo


Até esta ontem, quinta-feira (23), o vale-alimentação de R$ 55 disponibilizado pelo governo estadual aos alunos da rede pública já havia alcançado 107.519 estudantes, segundo a gestão. O benefício é uma medida de apoio aos jovens que tiveram as aulas suspensas em decorrência da pandemia do novo coronavírus.
Beneficiários de Salvador e outras 21 cidades do interior – que têm as redes Assaí e Cesta do Povo com lojas credenciadas. O vale é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite, dentre outros. A Rede Assaí funciona das 7h às 22h.
A Cesta do Povo e as lojas conveniadas, na capital, abrem das 7h às 20h, e, no interior, das 8h às 20h. Por conta do decreto municipal de Salvador, os supermercados atendem, preferencialmente, aos idosos das 7h às 9h.
Documentos necessários
A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado (Assaí ou Cesta do Povo e suas lojas credenciadas) apenas uma pessoa: o estudante, o pai, a mãe ou o responsável, cujo CPF está cadastrado na escola, e que esta ida seja planejada para evitar aglomerações.
É preciso apresentar o CPF e um documento de identidade com foto do estudante. Se a retirada for feita por outra pessoa, a mesma deve apresentar um documento de identidade e CPF, se tiver.
Outra recomendação é para que, antes de ir ao supermercado, seja confirmado se o CPF já está cadastrado. Para isto, basta ligar para a escola onde o estudante está matriculado; para o número 0800 284 0011; ou verificar pelo Sistema Siadiante no Portal da Educação. Por esses meios, também é possível saber se é para ir na Rede Assaí ou na Cesta do Povo e suas lojas credenciadas.
Para os estudantes que moram onde não há lojas dessas redes, será entregue um cartão alimentação com o mesmo valor, totalizando 800 mil estudantes beneficiados, em todos os 417 municípios da Bahia. Estão sendo investidos R$ 44 milhões de recursos do Governo do Estado com a ação. 
Fonte: Bahia.Ba
Tecnologia do Blogger.