Noticias

Noticias

Prefeitura de Iaçu suspende eventos esportivos, feiras livres e até cultos religiosos

Foto: Ronaldo Ramos 
Prefeitura de Iaçu determina a suspensão de diversas atividades no município após a pandemia do coronavírus. Estão suspensos cultos religiosos, feiras livres, eventos esportivos, reuniões políticas, reuniões de associações, cavalgadas, encontros de som automotivo e outros. 
Art. 3° - Ficam suspensas as aulas e atividades desportivas durante o período de 30 (trinta) dias em todas as unidades escolares da Rede Municipal, Estadual e Privada de ensino em todo o território municipal de Iaçu-Bahia. 
Art. 4° - Visando à prevenção e enfrentamento da propagação do vírus no Município de Iaçu/BA, serão adotadas, a partir de 24 de março de 2020 e até 31 de março de 2020, podendo tal prazo ser prorrogado conforme as avaliações das autoridades epidemiológicas e da Comissão, as seguintes medidas:
 I - Suspensão de todo o comércio municipal não essencial, a exemplo de bares, lojas, restaurantes, com exceção da prestação dos serviços no sistema delivery; 
II - Suspensão indeterminada de eventos coletivos (shows, torneios, campeonatos, encontros políticos, igrejas, cultos religiosos, reuniões de associações, cavalgadas, encontros de som automotivo e outros), realizados por órgãos ou entidades da Administração Pública e por pessoas físicas, e eventos privados, com ou sem fins Iucrativos, que impliquem a aglomeração de pessoas; 
III – Suspensão do transporte alternativo em toda a extensão territorial do Município de Iaçu - Bahia, assim como fechamento completo do Terminal Rodoviário Municipal;
 IV – Suspensão da Feira Livre Municipal; 
V – Suspensão de velórios;
VI – Recomendação aos Bancos, Correspondentes Bancários, Correspondentes Lotéricos, que adotem medidas de modo a evitar a aglomeração e formação de filas durante o funcionamento desses setores; VII - Fechamento de todos os Espaços Públicos Esportivos e de Lazer: quadras poliesportivas, ginásios de esportes, clube municipal, balneários (públicos e privados e “Areão”) e praças;
 § 1º - Ficam estabelecidos como comércio essencial, e, portanto, justifica-se o seu funcionamento: Supermercados, Farmácias, Mercearias, Açougue, Frigoríficos, Mercadinhos, Padarias e Postos de Combustíveis, além de estabelecimentos destinados à prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais, inclusive relacionados à venda de produtos alimentícios para animais, devendo estes estabelecimentos providenciar meios para higienização de seus clientes e estabelecerem medidas que evitem aglomerações e filas;
 § 2º - Os comércios essenciais deverão reforçar a higienização dos ambientes, com atenção especial aos balcões, carrinhos e cestas de compras, maçanetas, portas giratórias, corrimãos e outros locais de fácil contato, disponibilizando álcool em gel 70% (setenta por cento) aos clientes e funcionários, principalmente, nos balcões de atendimento, e, onde houver pia com água corrente, devem disponibilizar sabão líquido e papel toalha nos banheiros;

Tecnologia do Blogger.