Noticias

Noticias

Moro diz que motim de policiais no Ceará é ilegal e precisa ser interrompido


O ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, disse neste sábado (29) que o motim de policiais militares no Ceará é ilegal e precisa ser interrompido o mais brevemente possível. A paralisação dos PMs no Estado já dura 11 dias.
— Os policiais são profissionais dedicados, têm que ser valorizados. É claro que a paralisação, ela é ilegal, não deveria ser feita e tem que ser interrompida o mais brevemente possível — disse em entrevista coletiva.
Durante discurso, Moro evitou criminalizar a mobilização dos policiais, mas reforçou a ilegalidade da paralisação. 
— O governo federal vê com preocupação a paralisação, que é ilegal, da Polícia Militar do Estado. Claro que o policial tem que ser valorizado, claro que o policial não pode ser tratado de maneira nenhuma como um criminoso. O que ele quer é cumprir a lei e não violar a lei, mas de fato essa paralisação é ilegal, é proibida pela Constituição — disse Moro.
Moro participou do sexto encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que ocorre em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. A reunião contou com governadores como João Doria (PSDB-SP), Eduardo Leite (PSDB-RS), Ratinho Junior (PSD-PR) e Romeu Zema (Novo-MG).
Fonte: Amargosa News
Tecnologia do Blogger.