Noticias

Noticias

BAHIA‘Foram me criticar, mas e agora?’, provoca Kannário após prisão de PMs


O deputado federal Igor Kannário (DEM) parabenizou, nesta quinta-feira (5), a Polícia Militar pela prisão de PMs da 37ª Companhia Independente (CIPM/Liberdade) que agrediram sete homens e um adolescente no bairro da Liberdade, periferia de Salvador. O caso ocorreu na noite dessa quarta (4) na Rua Tupy Caldas, localidade do Estica, e ganhou repercussão nas redes sociais após a divulgação de vídeo que mostra o momento da agressão dos PMs ao homem.
“Parabenizo a Polícia Militar por ter dado uma resposta rápida e rigorosa a este caso de agressão a sete jovens na Liberdade. A corporação mostrou para a população que não concorda com excessos como este que vimos no vídeo. É um caso grave, que não pode continuar acontecendo, especialmente nas periferias, nas favelas”, diz o parlamentar, em nota divulgada por sua assessoria.
Kannário ainda cobrou um posicionamento do governador Rui Costa (PT), do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e do comandante da PM, coronel Anselmo Brandão, sobre o caso.
“Todos foram a público para me criticar, mas e agora? O que têm a dizer sobre esta agressão sofrida por estes jovens na Liberdade? O povo da favela quer saber”, declarou.
O deputado ainda falou da importância de filmar ações como a ocorrida na Liberdade. “Peço à comunidade que sempre filme para que qualquer excesso, qualquer atrocidade cometida sejam amplamente divulgada. Não é justo que o povo da favela, historicamente esquecido pelo poder público, ainda tenha que sofrer com esse tipo de violência. Agora, a favela tem voz e vez”, disse o pagodeiro-deputado. 
Ele afirmou que, assim como neste caso, os incidentes do Carnaval também estão gravados. “Temos vídeos das agressões sofridas por pessoas que estavam na Pipoca do Kannário, praticadas por alguns policiais. Ressalto: naquele mesmo dia, elogiei o trabalho da PM. Mas não vou, nunca, me calar diante dos excessos”, destacou. 
Fonte: Correio24Horas
Tecnologia do Blogger.