Ads Top

Despejo de lixo na margem do Rio Paraguaçu preocupa moradores em Iaçu

O despejo irregular de lixo e animais mortos em vários pontos da margem do Rio Paraguaçu tem causado revolta e preocupação aos moradores do município de Iaçu. Segundo os moradores, os resíduos são despejados durante à noite e é comum caírem na correnteza e serem arrastados para outras localidades.

Em contato com a equipe do Iaçu Notícias, moradores relataram alguns pontos que estão poluídos. Um dos pontos está situado no Bairro da Boiadeira, em um local conhecido popularmente como 'Vage'. 

"É uma falta de respeito com os moradores e com a própria natureza. Tem gente que vive dessa água, que lava louça, roupa, toma banho, bebe e até usa para cozinhar, mas as pessoas não têm consciência que estão prejudicando outras e a si mesmas. Todo dia jogam lixo aqui e ninguém faz nada" disse um morador a nossa equipe de reportagem.

O site Iaçu Notícias tentou entrar em contato com o a Secretária do Meio Ambiente do Município e a Ouvidoria Geral dentre outros órgãos responsáveis, mais não obteve êxito.



AJUDE O RIO PARAGUAÇU:
Na próxima segunda-feira (22), moradores da cidade de Iaçu irão realizar um mutirão de limpeza no leito do Rio Paraguaçu no trecho que fica sob a ponte que liga a cidade á Itaberaba. O rio sofre do problema ambiental com excesso de baronesas, o que é considerado um alerta para a poluição. A planta, que também é conhecida por aguapé e rainha-dos-lagos, se alimenta da matéria orgânica dos esgotos despejados nas águas e ajudam a filtrar as impurezas que chegam ao rio. Porém, quando morrem, o efeito contrário acontece e aparecem em excesso, como no caso da região de Iaçu, causando diversos transtornos como mau cheiro.
De acordo com o site Voz da Bahia, os problemas que afetam o Rio Paraguaçu têm como principais causas o excesso de esgotos sem tratamento e dejetos despejados diretamente no manancial, além do uso excessivo das águas pelas indústrias, irrigação da fruticultura em larga escala e o uso de agrotóxicos, que impactam diretamente sobre a vida do rio.
Após intensas discussões sobre os problemas que ameaçam o mais importante rio baiano, dezenas de lideranças populares, professores, estudantes, pescadores e ambientalistas decidiram, na última quinta (18) na Câmara de Vereadores da cidade, realizar como medida de urgência um mutirão para retirada das baronesas das águas do Paraguaçu.
Moradores, líderes comunitários, pescadores e ambientalistas reunidos
Diversos moradores de Iaçu e instituições privadas apoiam o Mutirão, cedendo uso de barco a motor, caçambas e retroescavadeiras para a retirada das plantas. O mutirão, com hora prevista para as 8h, é a primeira ação da comunidade para a revitalização do Rio Paraguaçu. Mas outros projetos estão previstos, entre eles a educação ambiental dos moradores.


Tecnologia do Blogger.