Noticias

Noticias

Com apenas 18 anos, jovem é suspeito de matar oito pessoas

Policiais da Delegacia Territorial (DT) de Várzea da Roça cumpriram um mandado de prisão preventiva, na quarta-feira (27), contra Luciano Ferreira de Oliveira, o “Neném de Ventura”, de 18 anos, pela morte de Adriana Moreira, o “Bolo”, ocorrida em setembro, na cidade de Mairi.
De acordo com o delegado Jaime Brito, titular da DT/Várzea da Roça, Luciano, apesar da pouca idade, é suspeito de já ter cometido oito homicídios na cidade, todos relacionados ao tráfico de drogas na região. Acusado ainda de ser integrante de uma associação criminosa, ele está custodiado no Complexo Policial de Jacobina à disposição da Justiça de Mairi.
Luciano, que estava na residência do pai quando foi preso, portava um revólver calibre 38, estojos deflagrados, certa quantidade de droga e uma balança de precisão. Acabou autuado em flagrante também por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.
A prisão de Luciano e toda a investigação em torno dos casos em que é suspeito fazem parte uma ação muito maior. Segundo o coordenador da 16ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Jacobina, delegado Eduardo Brito, uma Força-Tarefa foi criada para desarticular esta organização criminosa de atuação em municípios da região.
A Força-Tarefa, com policiais dos departamentos de Polícia do Interior (Depin), Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO), 16ª Coorpin e Polícia Militar, teve como objetivo dar apoio às investigações e intervenções nas unidades de São Jose do Jacuípe, Várzea da Roça, Mairi e Serrolândia, principal área de atuação da associação.
Foto: divulgação Polícia Civil
Tecnologia do Blogger.