Entretenimento

Entretenimento

Perfil de Lula no Twitter faz enquete informal sobre volta do horário de verão

Horário de verão foi encerrado por iniciativa do presidente Jair Bolsonaro em abril de 2019.

terça-feira

/ by Iaçu Noticias

Foto: Divulgação
O perfil do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), publicou nesta segunda-feira (7) uma enquete informal sobre a volta do horário de verão.

Thank you for watching

Na publicação, Lula convidou os seguidores a responderem o “acham da volta do horário de verão”. “Governo que consulta a população”, escreveu.

As opções apresentadas na enquete são “sim” ou “não”. Até a última atualização desta reportagem, mais de 250 mil pessoas haviam respondido à enquete.

Procurada pelo g1, a equipe de Lula explicou que a enquete é informal. Ainda serão ouvidos técnicos e economistas sobre o assunto e, eventualmente, no futuro, alguma medida pode ser tomada sobre o horário de verão.

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado por Lula no segundo turno das eleições, acabou com o horário de verão em abril de 2019.

Segundo Bolsonaro, à época, a medida foi tomada com base em estudos que analisaram a economia de energia no período e a maneira em como o relógio biológico da população é afetado.

O horário de verão, que costumava durar entre outubro e fevereiro, fazia com que parte dos estados brasileiros adiantasse o relógio em uma hora. A ideia era evitar concentração do consumo de energia no horário de pico nos meses de maior calor.

Vice-presidente
Na última sexta (4), o vice-presidente eleito e coordenador da transição de governo, Geraldo Alckmin (PSB), respondeu a um pedido do ator Bruno Gagliasso sobre o tema. Gagliasso havia pedido a Alckmin que incluísse “a volta do horário de verão no plano de transição”. “Horário de verão é o Brasil feliz de novo”, escreveu.

Com emojis, o ex-governador de São Paulo respondeu: “Anotado”.

Até o momento, não há anúncio oficial da equipe de transição sobre o tema.

Horário de verão
O horário de verão estreou no Brasil no verão de 1931 e vigorou até março de 1932. Nos verões seguintes, a medida foi adotada em alguns períodos: entre 1949 e 1953; 1963 e 1968; e, por fim, entre 1985 e 2019.

Ao assinar o decreto que revogou o horário de verão em 2019, Bolsonaro afirmou que o término da medida era um “justo anseio da população brasileira”. Segundo ele, mais de 70% da população dizia ser favorável à revogação.

“As conclusões foram coincidentes: questão de economia, o horário de pico era mais pra 15h, então não tinha mais a razão de ser [da permanência do horário], não economizava mais energia; e na área de saúde, mesmo sendo uma hora apenas, mexia com o relógio biológico das pessoas”, disse na ocasião. 

Fonte: G1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos