Entretenimento

Entretenimento

Sesab esclarece que não há registros de doença da ‘vaca louca’ em Salvador

esclareceu que os diagnósticos “não têm relação com o mal da vaca louca, doença que acomete bovinos”.

segunda-feira

/ by Iaçu Noticias

 

Foto: Fernando Vivas / GOVBA
Após a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informar que haviam sido confirmados dois casos da Doença de Creutzfeld-Jakob em Salvador, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Bahia), através de nota, nesta segunda-feira (10), esclareceu que os diagnósticos “não têm relação com o mal da vaca louca, doença que acomete bovinos”.

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), que fiscaliza regularmente os frigoríficos e, por meio do serviço de vigilância sanitária, promove a remoção e destruição dos materiais que apresentem risco específico para a EEB, assegurou que “desde 2008 não há no estado nenhum caso comprovado da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), popularmente conhecida como mal da vaca louca”.

Thank you for watching

Ainda de acordo com a Adab, “em todos os processos de colheita, exames e resultados laboratoriais realizados não foram detectados sinais da doença”.

Para o infectologista da Vigilância Epidemiológica do Estado, Antônio Bandeira, não há possibilidade de casos da “vaca louca”, pois os órgãos que fiscalizam a ingestão de carne no Brasil não notificaram os estados.

“Tem um caso que inicialmente foi acompanhado em um hospital público, chamado de síndrome de DCJ e não de vaca louca, e um outro caso investigado em hospital particular, que nem diagnóstico tem ainda em definitivo. Então, está dentro do que a gente vê, que são ocorrências esporádicas dessa síndrome. Também a gente tem muita segurança, pois o Brasil faz parte de uma rede muito grande e que avalia continuamente o gado. Se tivesse aparecido, a gente já teria conhecimento que esse gado estaria contaminado na Bahia. No Brasil, a gente não tem uma notícia disso aí”, disse.

“É uma doença que tem características familiar, hereditária e esporádica. A gente não sabe como há alteração dessa proteína. Mas não tem nenhuma relação com ingestão de carne, porque aqui no Brasil o cuidado com o consumo de carne é muito seguro”, completou.

O CIEVS Bahia foi comunicado, no dia 6 de outubro, de dois casos confirmados de Doença de Creutzfeld-Jakob. Os dois pacientes são residentes em Salvador e estão internados.

A EEB (Encefalopatia Espongiforme Bovina), popularmente conhecida como “doença da vaca louca”, é uma enfermidade degenerativa fatal e transmissível do sistema nervoso central de bovinos, com longo período de incubação (demora, em média, 5 anos para que as primeiras manifestações apareçam). 

Fonte: Bahia Notícias

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos