Entretenimento

Entretenimento

Rádio da Bahia nega irregularidades em veiculação de propagandas eleitorais

Nota de esclarecimento foi feita em resposta à denúncia realizada pela campanha de Bolsonaro ao TSE.

quarta-feira

/ by Iaçu Noticias

Foto: Reprodução/ Agência Brasil



 A Rádio Povo da Bahia negou, em nota divulgada nesta terça-feira (25), supostas irregularidades na veiculação da campanha eleitoral do candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). O comunicado responde a uma denúncia feita pelo ministro das Comunicações Fábio Faria ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na noite desta segunda-feira (24), o ministro alegou que a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve 154 mil inserções, cada uma dura 30 segundos, a mais que a do presidente nas rádios do país. Ainda de acordo com ele, somente no Nordeste, teriam faltado 29 mil inserções da campanha de Bolsonaro nas emissoras. O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, pediu provas para comprovar as afirmações.

No requerimento apresentado pela campanha de Bolsonaro ao TSE, as emissoras da Rádio Povo, em Feira de Santana e Poções, municípios da Bahia, foram mencionadas.

"Todo o material de campanha recebido das Coligações que disputam o pleito, incluindo a do candidato Jair Bolsonaro, foram e são veiculados conforme as determinações do Tribunal Superior Eleitoral, não havendo erros ou omissões nessas veiculações", diz a nota do grupo que integra as rádios baianas.

A Rádio Povo ainda reforçou, no comunicado, que as veiculações são registradas em mapas e PI's "que ficam à disposição, comprovando a lisura do seu procedimento".

Se a alegação da campanha de Bolsonaro for falsa, a conduta pode ser enquadrada como crime eleitoral, alertou Moraes. 


Fonte: Metro1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos