Entretenimento

Entretenimento

Assembleia de Deus diz que vai punir pastores que defendam pautas de esquerda

Pouco antes do comunicado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) havia participado de um culto para os fiéis presentes à assembleia geral.

quarta-feira

/ by Iaçu Noticias

 

Foto: Reprodução / Facebook Pastor José Wellington Bezerra da Costa

A principal convenção das Assembleias de Deus em São Paulo, durante a 49ª Assembleia Geral Ordinária da Confradesp, liderada pelo pastor José Wellington Bezerra da Costa, apresentou nesta terça-feira (4) uma resolução para punir pastores que "defendam, pratiquem ou apoiem" pautas associadas pela igreja à esquerda. 

Pouco antes, o presidente Jair Bolsonaro (PL) havia participado de um culto para os fiéis presentes à assembleia geral, conduzido pelo Ministério do Belém.

A carta, além de manifestar contrariedade com essas posições, diz que a Assembleia de Deus "não admitirá em seus quadros ministros que defendam, pratiquem ou apoiem, por quaisquer meios, ideologias contrárias (...) aos princípios morais e éticos da Confradesp".

"Os ministros que comprovadamente defenderem pautas de esquerda dentro da cosmovisão marxista serão passíveis de representação perante o Conselho de Ética e Disiciplina", diz o documento.


Fonte: Metro1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos