Entretenimento

Entretenimento

Anac diz que helicóptero que caiu com político baiano não pode operar como táxi aéreo

Aeronave com político baiano caiu na manhã desta terça (6).

terça-feira

/ by Iaçu Noticias

Foto: Leitor BNews 

 A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou que o helicóptero que caiu na manhã desta terça-feira (6), com o deputado federal baiano João Bacelar (PR) e o candidato a deputado estadual Marcinho Oliveira, não tem permissão para prestar o serviço de táxi aéreo.

Ainda de acordo com a agência, a aeronave, do modelo R44 II, fabricado no ano de 2004, pertence a Marcio Mello Monteiro de Rezende, e está com seu Certificado e Aeronavegabilidade fora da previsão legal, já que o documento foi obtido no dia 25 de agosto de 2015 e precisava ser atualizado para um novo modelo no dia 15 de outubro de 2018.

A reportagem do BNews entrou em contato com a Anac para saber mais informações sobre a a não autorização da aeronave como táxi aéreo, porém até o momento da publicação desta matéria uma resposta não foi enviada.

O acidente

Apesar do susto, nem os passageiros nem o piloto se feriu gravemente. O helicóptero caiu no distrito de Pedra Vermelha, cidade baiana de Monte Santo. "Tranquilizamos a todos, em especial nossos eleitores e amigos, que foi apenas um susto, que mostra o quanto Deus está ao nosso lado. Seguiremos firmes na busca de uma Bahia melhor para o povo baiano", diz trecho da nota oficial divulgada pela assessoria de Marcinho Oliveira.

Fonte: Bnews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos