Entretenimento

Entretenimento

Lula se esquiva sobre corrupção em 1º debate, ataca Bolsonaro e faz acenos a Ciro Gomes

"Tentar ver, sabe, se ainda conseguimos atrair o PDT para participar conosco do governo", disse o petista na ocasião.

segunda-feira

/ by Iaçu Noticias

Foto: Reprodução, UOL


 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficou na defensiva no primeiro debate entre presidenciáveis, realizado pelo pool de veículos de imprensa formado pelo UOL, Folha e as TVs Band e Cultura, na noite deste domingo (28). O petista rebateu críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL) aos seus mandatos e fez acenos ao ex-aliado Ciro Gomes (PDT).

O primeiro questionamento do evento foi do atual presidente, que perguntou a Lula sobre a corrupção na Petrobras. Bolsonaro citou, ainda, a delação feita pelo ex-ministro Antonio Palocci, que foi anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2020.

“Acho que de vez em quando a gente tem que acreditar que nada acontece por acaso, tinha que ser ele [Bolsonaro] a me perguntar [sobre corrupção]. […] O Presidente precisaria estar informado de que foi exatamente no nosso governo que a Petrobras ganhou o tamanho que ganhou, com a capitalização de R$ 70 bilhões para a Petrobras crescer”, respondeu o petista.

Lula voltou a falar sobre o tema, e disse a Bolsonaro que seu governo foi o que “fez mais investigações para que apurasse a corrupção”. “Citar números que são mentirosos, também não compensa na televisão. Aqui é importante a gente citar o seguinte: não teve nenhum Presidente da República que fez mais investigação para que a gente apurasse a corrupção do que nós fizemos”, afirmou o ex-presidente.

Em outro momento, ainda sobre corrupção, Lula aproveitou para fazer críticas ao atual governo federal. Segundo ele, o governo Bolsonaro é marcado pela falta de transparência. “Sigilo de 100 anos, enquanto, no nosso, eu tirei ministro porque comeu um pastel ou porque comeu uma tapioca e não conseguiu provar”.

Em outro embate, desta vez sobre o Auxílio Brasil, os dois principais candidatos, líderes nas pesquisas eleitorais, Bolsonaro disse que hoje de forma definitiva o valor do Auxílio Brasil é de R$ 400 e, por meio de PEC, houve acréscimo para R$ 600, valor que será mantido em 2023. Lula rebateu e disse ser importante lembrar que a manutenção dos R$ 600 não está prevista na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária).

O petista tenteou fazer acenos ao seu ex-ministro, Ciro Gomes, que é criticado por parte da esquerda por ter viajado a Paris no segundo turno das eleições de 2018. “Eu estou construindo uma aliança política com dez partidos políticos, todos os partidos de esquerda e progressistas, e nós vamos ver, se ganharmos as eleições, tentar ver, sabe, se ainda conseguimos atrair o PDT para participar conosco do governo”.

Outro momento em destaque do ex-presidente foi uma resposta à candidata Soraya Thronicke (União Brasil). Após ouvir da senadora que o “mundo lindo” do PT só existe na campanha eleitoral, Lula rebateu a parlamentar. “A senhora não viu melhora. Mas seu motorista e sua empregada doméstica viram”, retrucou.

Fonte: Bahia.ba

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos