Entretenimento

Entretenimento

‘Quando abri a porta, ele estava no chão’, afirma esposa de homem que morreu em clínica de implante capilar na Bahia

Segundo família, clínica não tinha equipamento para reanimar pacientes. Unidade de saúde diz que homem passou mal após procedimento.

segunda-feira

/ by Iaçu Noticias

 

Homem morre após passar mal em clínica de implante capilar na Bahia — Foto: Arquivo Pessoal

A esposa do homem que morreu após passar mal em uma clínica de implante capilar em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, acusa a instituição de negligência médica. Cláudio Marcelo de Almeida, de 50 anos, morreu no domingo (27), após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

“QUANDO ABRI A PORTA [DA CLÍNICA], MEU ESPOSO ESTAVA NO CHÃO, COM DUAS TÉCNICAS DE ENFERMAGEM FAZENDO REANIMAÇÃO CARDÍACA NELE COM A MÃO. NÃO TINHA APARELHO NENHUM”, AFIRMA LILIANE ADORNO.

De acordo com Liliane, Cláudio saiu de casa na manhã do sábado (26) para fazer um procedimento de implante capilar. Segundo ela, o médico que atenderia Cládio havia informado que a operação duraria entre quatro a cinco horas.

Thank you for watching

Durante a tarde, Liliane ficou preocupada com a demora e falta de comunicação do marido e foi até o local, onde foi recebida pela secretária da clínica.

“Fui até lá e a secretária disse que ele estava ótimo, que tinha feito a primeira parte do procedimento”, conta.

Homem morre após passar mal em clínica de implante capilar na Bahia — Foto: Arquivo Pessoal

Liliane foi informada que ainda havia uma segunda etapa da aplicação do implante, que ela desconhecia. Segundo ela, a funcionária informou que o procedimento terminaria por volta das 21h, e por isso decidiu voltar para casa.

Às 23h, Liliane foi até a clínica novamente. Ela diz que foi informada que o marido passava bem e que um médico conversaria com ela na recepção. Neste momento, Liliane afirma que ouviu um barulho de oxigênio e decidiu abrir a porta do consultório médico, onde encontrou o marido sendo reanimado por enfermeiras. Ela diz ainda que não havia desfibrilador no local.

“EU ENLOUQUECI, COMECEI A GRITAR. EU QUE CHAMEI A POLÍCIA, QUE ACIONEI A SAMU”, CONTA.

“O MÉDICO NÃO FEZ NADA, NEM DURANTE E NEM DEPOIS. ELE NÃO DEIXOU NINGUÉM FILMAR, SAIU E FOI ACOMPANHANDO A SAMU ‘A PULSO’. ELE CHEGOU NO HOSPITAL E SAIU FUGIDO, NÃO DEU NENHUMA SATISFAÇÃO”, AFIRMA.

Até a ida ao hospital, Liliane acreditava que o marido estava vivo e que tudo ficaria bem. Porém, segundo ela, Cláudio teve uma parada cardíaca às 14h, horário próximo ao que ela esteve na clínica pela primeira vez. O cunhado de Cláudio, Júlio César Silva, também afirma que, segundo o laudo médico, ele teve uma complicação durante a tarde.

A família ainda afirma que apenas um exame de sangue foi solicitado pela clínica e que Cláudio não foi orientado a fazer exames de coração antes do procedimento.

Em nota, a clínica responsável pelo procedimento afirmou que o implante aconteceu normalmente e que, após concluído, Cláudio foi até o banheiro, onde foi encontrado caído no chão momentos depois.

A nota diz ainda que o paciente foi informado sobre o tempo de duração do procedimento, que é de 12h, e que assinou todos os termos de consentimento.

A clínica afirma ainda que o médico responsável pelo implante capilar acompanhou o paciente até o Hospital Geral Clériston Andrade e que a clinica se coloca a disposição da família.

O corpo de Cláudio foi velado e enterrado em feira de Santana. A família da vítima afirma que prestará queixa na polícia contra a clínica. 

Fonte: G1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos