Entretenimento

Entretenimento

Chuva será persistente no Norte e Nordeste até virada do ano

A meteorologista da Climatempo Desirée Brandt afirmou à CNN nesta sexta-feira (17) que a chuva será persistente nas regiões Norte e Nordeste.

sexta-feira

/ by Iaçu Noticias

Foto: Reprodução

 A meteorologista da Climatempo Desirée Brandt afirmou à CNN nesta sexta-feira (17) que a chuva será persistente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil ao menos até a virada do ano.

“Os últimos dias do mês de dezembro serão marcados por muita chuva nas áreas mais ao norte do país: Norte de mato Grosso, de Goiás, de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, interior do Nordeste e grande parte do Norte do Brasil. A expectativa é que fique assim nessas áreas até os últimos dias do ano”, disse.

Thank you for watching

Segundo ela, a expectativa é que a partir deste domingo (19) a chuva volte a ganhar força em boa parte do estado da Bahia, incluindo a região atingida por temporais nos últimos dias.

“Expectativa é de mais chuva, a partir de domingo a chuva volta a ganhar força no centro e norte do país, isso inclui boa parte do estado da Bahia. A preocupação é grande no Sul do estado com o aumento da chuva e persistência dela também”, afirmou.

À CNN, a meteorologista explicou que a partir da semana que vem deverá ocorrer um evento conhecido como “invernada” — um período mais prolongado de chuva persistente. Por este motivo, segundo ela, a temperatura ficará mais amena.

“Hoje tem uma frente fria se formando na altura da costa do sudeste do Brasil, reforçando a chuva em grande parte da região. Mas no decorrer do fim de semana, essa frente fria vai continuar seu avanço pela costa do sudeste. É aí que está o problema: ela se posiciona entre Espírito Santo e Bahia, e é justamente nessas regiões onde ela vai reforçar as chuvas.”

Estiagem na região Sul

Desirée explicou também que nas áreas mais ao sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, o tempo será mais firme nos próximos dias. Ela chamou atenção para períodos de estiagem durante o verão, que inicia oficialmente na terça-feira (21).

“Até tem chuva para o início da semana, mas o restante do mês vai seguir com tempo seco e muito quente. Se a chuva atinge as áreas mais ao norte do Brasil, falta no Sul do país. Temos relatos de estiagem prolongada, e o final de dezembro será marcado pela permanência da estiagem e muito calor”, afirmou à CNN.

“No Paraná essa estiagem pode dar uma trégua em janeiro, mas em fevereiro já retorna a condição de tempo mais seco e muito quente.”

Segundo a meteorologista, a expectativa é que o verão tenha chuva acima da média em Espírito Santo, norte de Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás e regiões Nordeste e Norte. “Nas outras áreas, a chuva no verão vai seguir abaixo da média”.

“Entre o sudeste e o centro oeste não vai deixar de chover [no verão], é que a chuva não vai atingir a média histórica. Longe de encher reservatórios. A situação vai ser mais critica no sul país, principalmente no Rio grande do Sul”, disse.

“Então vamos ter problemas de estiagem no Sul do Brasil, em especial Rio Grande do Sul; chuva que não deixa de acontecer entre São Paulo, Rio de Janeiro, Sul de Minas, Mato grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, mas não atinge a média histórica; chuva acima da média, e já estamos observando isso, nas áreas mais ao norte e abaixo da média nas outras regiões.” 

Fonte: CNN

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© OBRIGADO PELA SUA VISITA!! VOLTE SEMPRE!!
Designer: Silvoney Santos